É SÓ ISSO, MAIS UMA TURNA DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL É PEGA COM A BOCA NA BOTIJA, MAS FICO A REFLETIR, É SÓ ISSO.................


A Senhora Nora

  O escritório da presidência em São Paulo (mais cabides de emprego) tinha uma chefa que mandava paca, pois ela já era nossa conhecida do escândalo dos cartões corporativos (gastos secretos), esta senhora acompanhou Lula em umas 20 viagens ao exterior, essa senhora indicava elementos para ocupar cargos, agendava compromissos com ministros (interesses de quem?), atendia a diversas demandas, cobrava agrados (emprego para filha), dinheiro e respeito (como nome de quem?), era alguém com poder, mas quem era o seu “homem”?, Lula a nomeou-a para o Escritório da presidência em São Paulo, Obama não tem escritório em nem uma cidade americana, mas Lula e Dilma tem.
   Nos email interceptados pela PF, mostrou apenas ninharias, eu pergunto: Com a envergadura das indicações (ANAC, ANA), eram só viagens, 7 mil (que ela cobrava), será que era só isso, ela trabalhava para quem? Era só isso?
   Dilma só soube da trapaça, depois que um indivíduo da administração pública, denunciou esse esquema (a PF investigou por 6 meses), ele deveria fazer um certo laudo e ganharia a bagatela de 250 mil, tinha recebido uns 100 mil e arrependido denunciou, Dilma só fica sabendo das coisas pela revista Veja, ou como o exemplo do caso em que o servidor fez a denuncia, se ele não estivesse arrependido a corrupção continuaria, mesmo com todos os órgãos de controle internos, que não vêem nada, não sabem de nada e a corrupção só aprece.
   Dilma a durona só demite por que ficou sabendo, por que estourou mais um ninho de ratos, mas quantos há, pois a maioria dos agentes que “teve” que demitir eram negócios do Lula, era um arranjo do seu criador.
   Dilma é do PT, mas o PT não é da Dilma, Lula só não volta a ser candidato caso veja que seu tempo já passou, enquanto Dilma esta não são deles.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

LULA ENVERGONHA O PAÍS - AMIGO DE LULA - ADORA DITADORES - LULA DA LUZ A DITADORES-

QUANDO O OUTRO FALA POR MIM